segunda-feira, 20 de outubro de 2008

!

Ai a minha cabecinha!
Tenho dias. Dias em que ando muito bem, outros que nem tanto. Continuo de baixa e assim vou ficar até ao final da gravidez. De vez em quando tenho umas dorzitas mas nada de especial. Ultimamente tenho-me sentido febril, mas quando meço a temperatura ela ronda os 36,8, só ontem deu 37,3 e depois de um benuron baixou. Ainda assim sinto-me com febre. Ainda agora estou com suores frios e dor de cabeça, e tive de tomar benuron. Preocupa-me. Amanhã vou à médica mas de qualquer maneira decidi marcar consulta num obstetra particular. Não quero saber, vou fazer 30 semanas e há coisas que me preocupam bastante: o facto da médica não me ter mandado fazer a curva glicémica das 3horas, depois de na 1ªhora me ter dado um valor de 149; esta anemia que tenho a sensação que está bem pior, sinto uma fraqueza e uma fadiga enormes; e a tal infecção que não se sabe de onde vem mas que existe e agora este estado febril. Estou furiosa, mesmo furiosa, porque eu conheço o meu corpo, sei como me sinto e a médica olha-me com um ar e diz que eu estou a precisar do colo da mãe (estupefacção!) Tenho saudades, muitas saudades da minha mãe, é verdade, mas bastou-me dizer isto uma vez que passou a ser a causa de tudo.

O Pedro às vezes prega-me umas partidas valentes. Hoje por exemplo, desde que acordámos às 9h que só se tinha mexido uma vez e muito levezinho. Só agora resolveu dar o ar da sua graça. Confesso que isso e deixa apreensiva, sei que tenho de ter calma mas se até à noite não o sentisse mais passava-meeeeeeee!

Outro assunto:

Não percebo nada destas coisas. Refiro-me a ver várias pessoas a privatizar ou a fechar blogs por causa de outras pessoas. Mas será que que há gente que não tem nada para fazer?!? Sempre pensei que as novelas tinham o papel fundamental de fazer distrair as pessoas do seu quotidiano , de terem assim a oportunidade de comentar a vida de outras, de julgar etc, mesmo que sejam apenas personagens. Mas não, há pessoas que definitivamente não têm vida própria, são profundamente desinteressantes e como tal precisam falar dos outros, cuscuvulhar etc e tal.

Garanto que não estou a falar de nenhum blog em especial, até porque não sei as razões reais para que as blogeiras os privatizem (e nem tenho nada a ver com isso), mas é algo que se verifica, e mais uma vez é uma pena do caraças. As pessoas vivem cada vez mais de uma forma isolada e solitária, e o mundo virtual caminha também ele para isso. Tem de se bater à porta e pedir licença para entrar e esperar que do outro lado confiem e nós e nos abram e deixem entrar. Dantes as portas ficavam abertas aos vizinhos, havia confiança. vontade de partilha...hoje reina a desconfiança, o medo e a solidão.

Penso que daqui a uns anos cada vez mais pessoas vão sofrer com isto. A vida está dificil, precisamos trabalhar cada vez mais para termos o mínimo de conforto e quando atingimos o tal mínimo e nos podemos dar ao luxo de uma pequena extravagância, há sempre um olho invejoso à espreita, com vontade de criticar e apontar o dedo. Outra coisa que tenho constatado são as conversas e o tempo destas quando toca à vida de alguém. E então é assim: a conversa pode demorar 2h quando o assunto é dizer MAL desse alguém; ou 8min quando o assunto é falar BEM de alguém. Fabuloso não é?

Conclusão: é uma falta de auto-estima e frustração tão grande que a maioria das pessoas só se sente bem a pensar que alguém tem uma vida pior que deles.

GET A LIFE! É o que me apetece dizer-lhes!

P.S. Vejo montes de pontinhos, de luzinhas ou lá o que é isto...acontece-vos?

P.S.2 Quem me poder dar uma sugestão de um bom obstetra na zona de Lisboa eu agradecia muito!

3 comentários:

Vanessa Kirnicki disse...

O ser humano e mesmo assim, o problema e que as pessoas sao cada vez mais infelizes com a sua propria vida e como nao se querem dar ao trabalho de mudar preferem criticar e meter os outros em baixo so para se sentirem melhor! Essa foi das coisas que mais vi na populacao Portuguesa. Eu pensava que era o pais, que esta cada vez pior as pessoas nao tem dinheiro e sao infelizes e por esse motivo adoram criticar e meter o fucinho na vida dos outros. Mas nao e isso, pois aqui os Portugueses estao podres de ricos e msmo assim adoram meter os bedelho onde nao sao chamados e continuam a parecer infelizes!! Nao quero ser mazinha nem tou a dizer que a populacao portuguesa e toda assim, mas e um facto, ja a minha familia por vezes e a msma coisa, msmo estando bem e ate tem bons empregos mas nunca estao satisfeitos!! Eu nao pretendo privatizar o meu Blog nunca mas compreendo prefeitamente, principalmente quando sao acerca dos nossos filhos! Ha sempre vizinhos, familiares, colegas etc etc que nos visitam com mas intencoes. As vezes mais vale escondermo-nos dos olhos mais invejosos!!
Enfim e a minha opiniao...
Para ti so tenho a dizer uma coisa, nao te preocupes demais, o teu menino e dorminhoco e por isso nao se mexe muito... As vezes e assim, o Jason tem dias e dias... Descansa e nao te preocupes demais. Beijinhooos

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Sofia, Pedro e Joana disse...

Olá querida mamã, realmente o mundo está cada vez mais centrado no seu próprio umbigo, o que não abona em nada às saudáveis relações humanas...mas ainda bem que existem boas excepções, com tu!
Relativamente aos pontinhos, também os vi, deve-se a variações na tensão arterial e a variações hormonais, é provável que até ao parto ainda vejas mais pontinhos pretos, como se fossem moscas. Mas depois passa!
Relativamente a GO, recomendo-te o HCD, tem excelentes profissionais neste ramo. Eu fui acompanhada lá, conheço muitas mamãs que também o foram e como foram acompanhadas por GO diferentes, penso que qualquer um é recomendável.
Beijinhos para vocês, Sofia,Pedro e Joana